23 de setembro de 2017

Dupla de bandidos troca tiros e rouba arma de segurança de creche
Um dos suspeitos chegou a ser baleado, mas ainda conseguiu fugir em uma moto com o parceiro (Foto: Reprodução/ Ceará News 7)


Dois homens roubaram, na tarde desta sexta-feira (22), a arma de um vigilante de uma escola-creche particular, no bairro Aldeota, em Fortaleza.

A dupla chegou a trocar tiros e, mesmo com um dos suspeitos baleados, a dupla conseguiu fugir em uma moto, em direção à avenida Santos Dumont.

Confira as imagens:



Ceará News 7
Comerciante foi morto a tiros em Jardim quando abria o seu frigorífico na manhã deste sábado
Crime ocorreu na estreita rua Luiz Aires perto do Destacamento Militar de Jardim (Foto: Reprodução/ Google Maps)


O comerciante Daniel Francisco Evangelista, de 48 anos, que residia no Distrito do Corrente na zona rural de Jardim, foi executado a tiros por volta das 06h30min deste sábado. Ele tinha acabado de chegar ao seu estabelecimento comercial no caso um frigorífico que funciona na Rua Acadêmico Luis Aires Neto, distante alguns metros da unidade militar, quando foi morto.

Segundo testemunhas, ele abriu o seu comércio quando uma pessoa se aproximou dizendo que era policial e, já de arma em punho, mandou erguer os braços quando efetuou os disparos causando a morte de Daniel. Naquela via estreita ocorre uma feira livre e houve correria por parte dos ambulantes que já armavam suas barracas, enquanto o acusado empreendia fuga.

Uma patrulha do Destacamento de Jardim, comandada pelo Sargento Marisvaldo com o apoio dos Cabos Eduardo e Barros, diligenciou sem o êxito de prender o acusado. Segundo a polícia, o comerciante não tinha passagens e o caso se encontra envolto em mistério. O corpo foi trazido para ser necropsiado no IML (Instituto Médico Legal) de Juazeiro, onde familiares já estiveram para fazer o recolhimento.

Este foi o segundo homicídio do mês de setembro em Jardim e o sétimo de 2017 no município, onde oito pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. O outro deste mês foi Selivan Pereira Cardoso, de 27 anos, que residia no bairro Santa Terezinha, e teve o corpo encontrado no dia 10 de setembro em um matagal perto de sua casa. Ele foi executado com oito facadas e ainda teve o pênis decepado, sendo que a polícia prendeu o acusado conhecido por “Talis”.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br
Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina para tirar ´maldição do sexo´, em Goiás
Pastor e mulher são presos suspeitos de estuprar menina em Edeia. (Foto: Divulgação/ Polícia Civil)


Um pastor e a mulher dele foram presos na sexta-feira (22) por suspeita de estupro em Edeia, na região sul de Goiás. Segundo a Polícia Civil, ele abusou de uma menina da igreja que ele pregava, com a conivência da esposa, alegando combater a “maldição do sexo”. O casal nega as acusações.

O mandado de prisão temporária foi expedido após a denúncia da vítima, de 16 anos. O delegado responsável pelo caso, Quéops Barreto, explicou que os abusos começaram quando ela tinha 13 anos e duraram cerca de 2 anos.

De acordo com o delegado, a mulher do pastor tinha conhecimento dos abusos. “As tratativas eram feitas com a esposa. Ela dizia que a vítima precisava fazer aquilo, ensinava a fazer o ritual”, relatou.

Barretos explica que o pastor abusou da menina em quase 20 ocasiões. A menina ia para a igreja, e ele a levava para a casa dele, que fica nas proximidades.

“Primeiro, ele disse que era preciso de três relações, depois mais sete e depois mais sete. Ele disse que mesmo se ela fizesse, ia permanecer virgem”, relatou.

A mãe da vítima não tinha conhecimento dos abusos. Na época, segundo a polícia, o pastor chegou a fazer a mesma proposta para ela, mas não obteve êxito. Assim, a mãe deixou a igreja.

Denúncia

De acordo com Barretos, a caso só foi descoberto agora porque a mãe da vítima estranhou o comportamento da filha relacionado à questão de virgindade no namoro. Ao questioná-la, a adolescente revelou o que aconteceu.

O casal está detido na unidade prisional de Edeia. Eles devem responder por estupro de vulnerável, já que ela era uma criança quando o crime ocorreu.

O delegado acredita que o casal pode ter feito outras vítimas. Com a divulgação do caso, Barretos espera que elas também os denunciem . Caso comprove as relações com fiéis com mais de 18 anos, eles podem ser indiciados por violação sexual mediante fraude.

Fonte: G1 GO
Chave impediu que quarto tiro atingisse estudante baleada em ônibus escolar, na PB
Ônibus escolar foi alvo de tiros, em São Sebastião de Lagoa de Roça, na Paraíba. (Foto: Reprodução)

Uma chave impediu que a estudante universitária Lizandra de Oliveira, de 23 anos, levasse um quarto tiro, durante uma tentativa de assalto a um ônibus escolar na noite desta sexta-feira (22), em São Sebastião de Lagoa de Roça, no Agreste da Paraíba. A jovem foi atingida por três tiros: um no quadril, outro no pescoço e mais perto da axila. A chave que impediu o quarto tiro de atingir Lizandra estava no bolso dela.

O crime aconteceu na estrada entre Campina Grande e Lagoa de Roça, percurso de 20 quilômetros feito diariamente pela estudante, que está no penúltimo período do curso de farmácia em uma faculdade particular. Vinte estudantes estavam voltando de faculdades de Campina Grande para suas casas.

Na estrada, o ônibus foi bloqueado por três homens encapuzados e armados, que estavam em uma moto. O motorista parou o veículo, porém um dos estudantes, que também é policial, reagiu, iniciando uma troca de tiros. Lizandra foi a única atingida pelos disparos. Os assaltantes fugiram sem levar nada.

Lizandra foi atendida por uma Unidade de Suporte Avançado (USA) e levada para o Hospital de Emergência e Trauma de Campina Grande em estado grave, porém estável. Em seguida, foi transferida para o Hospital Antônio Targino, onde passa por cirurgia. Segundo a irmã dela, Thays de Oliveira, as balas não atingiram nenhum órgão ou articulação.

Fonte: G1 PB
Homem de 32 anos é morto a tiros e polícia acredita em acerto de contas
Delegacia de Homicídios vai apurar o caso. (Foto: Reprodução)

Um homem identificado como José de Arimateia Campos Pessoa Filho, de 32 anos, foi assassinado a tiros por volta das 1h deste sábado (23). De acordo com a Delegacia de Homicídios, o crime ocorreu em na Rua Manoel Domingues, Bairro Matinha, Zona Norte de Teresina.

Os policiais informaram ainda que José de Arimateia já tem histórico de uso de drogas e possivelmente o crime tenha sido um acerto de contas, já que todas as características apontam para essa motivação.

O corpo foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal da capital para os procedimentos necessários. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e até o a publicação da reportagem ninguém havia sido preso.

Fonte: G1 PI
Após briga por R$ 25, homem é assassinado a facadas no litoral do Piauí
Amostras de DNA ainda estão no IML de Parnaíba. (Foto: Reprodução)

Um homem foi morto a facadas no lixão de Parnaíba localizado as margens da BR-402 zona rural da cidade. O fato ocorreu no final da tarde desta sexta-feira (22) após desentendimento entre o suspeito de 23 anos e dois irmãos que também trabalham no local.

De acordo com a Polícia Militar, A briga teria sido motivada por causa de R$ 25 e a vítima sofreu pelo menos duas facadas, uma no pescoço e outra no tórax. O outro irmão envolvido na briga conseguiu ferir o suspeito que fugiu.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgências (Samu) ainda chegou a ser acionado, mas ao chegarem ao local verificaram que a vítima já estava sem vida.

A polícia informou ainda que o suspeito procurou atendimento médico por conta do ferimento causado pelo irmão da vítima. O hospital informou que o suspeito passará por uma intervenção cirúrgica e assim que tiver alta será encaminhado para a delegacia.

Fonte: G1 PI
Agricultor de 69 anos foi morto a tiros em Potengi apenas por ter testemunhado um homicídio
Agricultor de 69 anos foi morto a tiros em Potengi apenas por ter testemunhado um homicídio. (Foto:Ilustrativa/Arquivo/Agência Miséria)


Quase seis meses depois um novo homicídio foi registrado em Potengi. Por volta das 11 horas o aposentado Adão Ferreira Neves, de 69 anos, que residia no Sítio Melosa a uma distância de 7 Km para o centro de Potengi, foi assassinado cm dois tiros de revólver perto de sua casa. Ele já tinha sido vítima de ameaça de morte pelo fato de ter testemunhado um homicídio naquele município.

A polícia foi avisada e uma patrulha com o Sargento Gomes e os Soldados Castro e Fidélis foi imediatamente ao local conseguindo prender ainda no Sítio Melosa um dos suspeitos apelidado por "Nanam de Chiquiinha". Ele negou envolvimento no assassinato do agricultor, mas, para a polícia, as evidências são fortes já que fora visto momentos antes com a vítima.

“Nanan” foi preso na estrada de acesso ao Sítio Melosa pilotando uma moto e com um revólver na cintura tendo seis cartuchos intactos. Ele tem várias passagens pela polícia, é acusado de dois homicídios e, em relação a um deles teve o testemunho de Adão que terminou ameaçado de morte quando “Nanam” ainda estava preso. A polícia de Potengi está diligenciando para tentar prender o outro acusado do assassinato desta manhã.

Este foi o primeiro homicídio do mês de setembro em Potengi e o terceiro de 2017 no município, onde seis pessoas tombaram mortas no decorrer do ano passado. No último dia 6 de abril o corpo do cuidador de animais João Paulo Ferreira Paulino, de 24 anos, foi encontrado em sua casa na Vila Padre Cícero. O mesmo foi lesionado a golpes de faca e ainda atearam fogo momentos após uma bebedeira com seis pessoas em sua residência. Todos foram levados para a delegacia e negaram envolvimento no crime.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br

22 de setembro de 2017

Ex-médico Farah Jorge Farah é encontrado morto em sua casa em SP
O ex-cirurgião plástico Farah Jorge Farah (de óculos, no centro), em fotografia de 2014 (Foto: Reprodução)


O ex-médico Farah Jorge Farah foi encontrado morto em sua casa, na Vila Mariana, Zona Sul de São Paulo, nesta sexta-feira (22), informou a polícia. Condenado a 14 anos e oito meses de cadeia por matar e esquartejar uma paciente em 2003, ele deveria ser levado de volta à prisão após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinar, na quinta, a imediata execução provisória de sua pena.

Segundo o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, um chaveiro foi chamado para abrir a porta da casa do ex-médico quando a ordem de prisão chegou. Quando os policiais entraram, encontraram Farah deitado na cama, com um corte profundo na perna. Uma equipe médica tentou socorrê-lo, mas ele já havia morrido.

O delegado acredita que Farah usou um bisturi para se matar. Segundo o policial, ele criou um "ritual" para morrer. “Ele colocou uma música sinistra, uma música de terror, coisa estranha, fúnebre. Ele se vestiu com roupas de mulheres, colocou seio, colocou essas coisas, e atentou contra a própria vida”, conta.

Na madrugada desta sexta, Farah foi visto entrando em sua casa com uma sacola com pães em uma das mãos e uma bengala na outra.

Farah foi condenado em 2014 a uma pena de reclusão em regime fechado pelo assassinato e esquartejamento de Maria do Carmo Alves, que além de paciente era sua amante . Apesar disso, uma decisão de 2007 do Supremo Tribunal Federal (STF) permitiu que ele respondesse em liberdade.

Em agosto, o relator do caso, ministro Nefi Cordeiro, já havia atendido a um pedido do Ministério Público (MP) de São Paulo e votado pela imediata prisão do ex-médico Farah Jorge Farah. No entanto, houve um pedido de vista do ministro Sebastião Reis Júnior que levou a conclusão do julgamento para esta quinta-feira. Sebastião decidiu acompanhar o voto de Nefi Cordeiro. O STJ também negou recurso da defesa de Jorge Farah que pedia anulação do último júri.

O crime

Farah cometeu o crime 23 de janeiro de 2003 na clínica dele, em Santana, na Zona Norte da capital paulista. A vítima tinha 46 anos quando foi atraída para o local e morta pelo então médico, que queria pôr fim à relação conturbada que tinha com a vítima. O condenado tem 67 anos atualmente.

De acordo com a denúncia da Promotoria, Farah matou Maria após ela ir a seu consultório com a falsa promessa de que a submeteria a uma lipoaspiração. Em seguida, ele dispensou sua secretária e sedou a vítima.

Segundo o MP, após constatar a morte dela, Farah passou a esquartejar o corpo para dificultar a identificação. O cortou em pedaços e os escondeu em sacos plástico no porta-malas de seu carro. Os órgãos e o pescoço da vítima nunca foram encontrados pela Polícia Civil.

Dois dias depois, ele se internou numa clínica psiquiátrica e confessou o crime à família e à polícia. Posteriormente indicou o local onde havia deixado o corpo de Maria.

A defesa de Farah alegava que seu cliente havia matado a paciente e amante para se defender dela. Maria teria tentado atacar o então médico, que se defendeu com uma faca. Segundo os advogados Maria perseguiu o então médico por mais de quatro anos, o que teria levado o réu a um "estado alterado", a ponto de matar para se proteger.

Em razão do crime, Farah foi proibido de trabalhar como médico anos antes dos dois julgamentos. Em 2006 o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) determinou que ele não poderia mais fazer cirurgias.

Farah passou por dois julgamentos por conta do assassinato de Maria. O primeiro ocorreu em 2008, quando ele foi condenado à pena de 12 anos de reclusão. Mas esse júri foi anulado em novembro de 2013.

A Justiça atendeu recurso da defesa e marcou novo júri, que ocorreu em 15 de maio de 2014. Naquela ocasião, o ex-médico havia sido condenado a 16 anos de prisão em regime inicial fechado por homicídio duplamente qualificado, por motivo torpe e recurso que impossibilitou a defesa da vítima. No ano passado, a Justiça diminuiu a pena do ex-médico para 14 anos e oito meses por ele ter confessado o crime.

Fonte: G1
Polícia prende 5 envolvidos no roubo a banco em Novo Oriente
Suspeitos foram encontrados com notas queimadas, armas de fogo e aparelhos eletrônicos roubados, fruto do ataque ao município de Novo Oriente (Foto: Reprodução)


Uma operação conjunta da Polícia Militar (PM), por meio do Comando Tático Rural (Cotar), e da Polícia Civil, através da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), prendeu, na noite desta quinta-feira (21), cinco homens envolvidos na explosão e roubo de uma agência bancária do município de Novo Oriente, na madrugada da última quarta-feira (20). Os suspeitos estavam em um hotel em Morada Nova, na região do Baixo Jaguaribe, e, segundo os agentes de segurança, já planejavam um novo ataque.

De acordo com o comandante do Batalhão de Choque (BPChoque), Henrique Bezerra, a PM recebeu a informação de que os suspeitos, que também abriram fogo contra a delegacia de Novo Oriente e roubaram um loja de equipamentos eletrônicos na ocasião, deram entrada em um hotel em Morada Nova. Prontamente, diz, o Cotar foi acionado e fez um cerco ao local, culminando na prisão de cinco homens. Outros suspeitos conseguiram fugir.

"Eles foram encontrados com pistolas .40 e revólveres, além de muito dinheiro queimado, o que deixa claro o envolvimento na explosão do banco. A partir de agora, a DRF, através do doutor (Raphael) Vilarinho, vai continuar as investigações para identificar o restante do grupo", informou Henrique Bezerra.

Suspeitos identificados

Os cinco homens presos nesta quinta foram identificados como: Edson Erisson Silva Freitas, de 19 anos, que já responde por tentativa de crime contra a administração pública; Francisco George Constantino de Oliveira, de 29 anos, que também responde por porte ilegal de arma de fogo, roubo, receptação e tráfico de drogas; Hideljackson Florencio Sales (19), que responde por tráfico de drogas; e Acelio Saraiva Filho (19) e Mateus Nobre Rabelo (20), ambos sem antecedentes criminais.

"Posteriormente à prisão dos cinco indivíduos, identificamos mais dois suspeitos de envolvimento na ação criminosa e vamos realizar todas as diligências para capturá-los. Nos chamou a atenção o fato de serem pessoas muito novas, na faixa dos 20 anos, já praticando crimes de grande violência e gravidade. Um deles está envolvido até na morte de um policial", disse o delegado Raphael Vilarinho, titular da DRF.

Ainda segundo a Polícia Civil, além do dinheiro e do armamento apreendido, os suspeitos também estavam com vários aparelhos eletrônicos roubados de uma loja em Novo Oriente. Alguns celulares, inclusive, ainda estavam lacrados, na caixa.

Fonte: Diário do Nordeste
Trump diz que líder norte-coreano "é obviamente um louco"
(Foto: Reprodução/Terra)

O líder norte-coreano, Kim Jong Un, "será testado como nunca antes", disse o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, nesta sexta-feira, à medida que os dois líderes continuam a trocar insultos e após Pyongyang ameaçar testar uma bomba de hidrogênio sobre o oceano Pacífico. 

"O norte-coreano Kim Jong Un, que é obviamente um louco que não se importa em matar ou deixar sua população morrer de fome, será testado como nunca antes", escreveu Trump no Twitter, um dia depois de anunciar sanções adicionais contra Pyongyang. 

Terra
Agricultor sofre descarga elétrica e morre afogado num açude em Assaré
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)


Mais um caso de descarga elétrica a partir de bomba injetora resulta em morte na região do Cariri. Por volta das 17 horas desta quinta-feira o jovem agricultor Francisco Silva dos Santos, de 27 anos, que residia no Sítio São Félix na zona rural de Assaré, saiu de casa para acionar o equipamento e não retornou no tempo habitual. Estranhando a demora, o pai dele foi até a lavoura cerca de uma hora depois.

Seu José Alves dos Santos se deparou com o filho já sem vida dentro do manancial e enrolado em fios da rede que alimenta a bomba. Imediatamente, comunicou o fato à polícia quando uma patrulha com os Soldados Barbosa, Aluízio e Virgulino esteve no local situado a uma distância média de 5 Km para o centro de Assaré. O agricultor pode ter sido vítima de descarga elétrica ou afogamento ou ainda as duas coisas.

O corpo foi trazido para ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro do Norte e, na manhã desta sexta-feira, devolvido à família para providenciar o velório e o sepultamento. Segundo o pai da vítima, todo dia às 17 horas Francisco ia ao local acionar o motor bomba que canaliza a água de um açude do Sítio São Félix para sua lavoura, mas sempre voltava rapidamente.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br
Borracheiro é preso quase quatro meses após matar um menor de 15 anos em Juazeiro
“Luquinhas” foi preso para responder pelo assassinato de um menor de 15 anos (Foto: Reprodução/Redes sociais)


A polícia descobriu a autoria e conseguiu prender o acusado do assassinato do entregador Cícero Natanael Amaroto Santos, de 15 anos, o “Natan” em Juazeiro do Norte. Trata-se do borracheiro Lucas Oliveira do Nascimento, de 22 anos, o “Luquinhas”, que já se encontra na cadeia pública à disposição da justiça. O crime aconteceu na noite do último dia 1º de junho quando o menor chegava em casa.

O seu algoz saiu de um matagal atirando quando ceifou a vida de Natan e ainda atingiu a esposa dele Renata de Melo Limeira, de 24 anos, na coxa esquerda a qual foi socorrida à UPA Limoeiro. Na época, familiares das vítimas não apontaram a autoria quando o Delegado do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa da 20ª Delegacia Regional de Polícia Civil, Giovani Aquino, instaurou inquérito e o caso passou a ser investigado.

Com todo o apoio de inspetores do NHPP obteve a identificação do autor, bem como foi possível arrolar testemunhas e a vítima sobrevivente que terminou reconhecendo Luquinhas como o autor dos disparos. Ao ser interrogado, ele disse que não conhecia “Natan” e negou envolvimento no crime afirmando que se encontrava numa festa que acontecia numa chácara no bairro Betolândia. Ao invés de mostrar as provas que estava falando a verdade desapareceu.

Posteriormente, a polícia descobriu que Luquinhas conhecia a vítima com quem tivera uma acirrada discussão dias antes perto da quadra da localidade denominada Vila Nova no bairro Pedrinhas. Concluiu ainda que a tentativa de matar Renata seria como forma de "queima de arquivo". Por isso, o delegado pediu a decretação de sua prisão preventiva após indiciá-lo no inquérito por homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio.

No seu pleito, foi atendido pelo Juiz da 1ª Vara Criminal, Luis Sávio Azevedo Bringel após parecer favorável do Promotor de Justiça, Igor Pereira Pinheiro. Policiais civis cumpriram o mandado recambiando Luquinhas até a cadeia. Ele já tinha sido preso dia 1º de agosto, na Avenida Castelo Branco (Limoeiro), com uma moto furtada. O delegado Giovani Aquino volta a disponibilizar o WhatsApp do Núcleo de Homicídios no caso (085) 98828-9662 para acolher denúncias garantindo o sigilo da fonte.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br
Acusado de matar mototaxista a facadas e pedradas acaba preso
(Foto: Richard Lopes)


Policiais civis de Várzea Alegre, comandados pelo delegado Daniel Leite, prenderam nas últimas horas, na rua Alzira Alves de Lira, no bairro Salesianos, de Juazeiro do Norte, Raimundo Nonato da Silva, acusado de matar no dia 24 de outubro do ano passado, no sítio Barreiros, na zona rural de Várzea Alegre, o mototaxista Nicácio do Nascimento Silva.

Nicácio foi morto com várias facadas e ainda teve uma pedra arremessada na cabeça. Raimundo Nonato em seguida fugiu levando a moto de Nicácio. O acusado confessou o crime na época. Assim, foi representado pelo delegado Daniel Leite ao judiciário pela conversão da prisão temporária em preventiva, tendo em vista que Raimundo Nonato evadiu-se de Várzea Alegre, com o intuito de se furtar ao cumprimento da pena.

A prisão do latrocida Raimundo Nonato em Juazeiro do Norte se deu na madrugada de ontem e ele já se encontra recolhido na cadeia de Várzea Alegre a disposição da justiça. O crime causou revolta aos familiares do mototaxista Nicácio e a população varzealegrense.

Com informações do radialista Richard Lopes




Por Agência Miséria
Miséria.com.br
Acusado de homicídio em Antonina foi morto em Farias Brito 15 dias após deixar a cadeia
(Foto: Reprodução/Redes Sociais)


O jovem Emerson Henrile Agapto de Sousa, de 25 anos, foi assassinado a tiros por volta das 20 horas desta quinta-feira na Rua Augusto Moreira em Farias Brito. Ele era de Antonina do Norte, mas ultimamente estava residindo perto da creche do Bairro Alecrim em Farias Brito após obter sido posto em liberdade há duas semanas. Emerson chegava em casa quando foi surpreendido por dois homens que se aproximaram numa moto e já foram atirando.

O ex-presidiário respondia por crimes de homicídio, danos, tráfico de drogas, assaltos em Antonina do Norte, Assaré, Aiuaba, Tauá, Crato e Farias Brito. O mesmo saiu correndo na tentativa de fugir da linha de tiros, mas foi perseguido pelos algozes que concluíram a execução após a vítima tombar na via pública. Uma patrulha comandada pelo Subtenente Simplício esteve no local e diligenciou na área à procura dos acusados os quais não foram identificados.

Ele é um dos acusados do assassinato do agricultor Francisco Ferreira Arraes, então com 64 anos, no dia 21 de outubro de 2010. "Chico da Glória", como era conhecido, morava no Sitio Logradouro em Antonina do Norte, onde foi morto a pauladas por Emerson e Francisco Edomar Arrais, que morava nas Casas Populares de Antonina e fugiram numa moto Honda Titan 125 Fan de cor preta. Na época, Emerson residia na Rua Tristão Gonçalves, 68, no centro de Crato.

A vítima estava em casa quando a dupla chegou batendo a porta e chamando-o. Houve acirrada discussão entre os três e o motivo seria o débito de um deles para com Chico da Glória. O bate-boca evoluiu para luta corporal quando um deles apanhou um pedaço de pau e passou a golpear o agricultor atingindo-o na cabeça. Emerson foi preso em flagrante e Edomar, que cumpria pena em regime semi-aberto por homicídio, conseguiu fugir.

Este foi o primeiro homicídio do mês de setembro em Farias Brito e o sexto de 2017 no município ou a mesma quantidade em relação ao ano passado. O último deste ano tinha ocorrido no dia 16 de agosto na Rua do Cruzeiro, 263 no centro onde morava Cleidiana Rosendo de Sousa, de 31 anos. A mesma foi morta dentro de casa com um tiro no ouvido efetuado pelo seu ex-companheiro Germano Oliveira Silva, de 47 anos, o qual terminou preso três dias depois.


Por Demontier Tenório
Miséria.com.br
Governo prepara programa para incentivar saída do Bolsa Família

Ministro se refere ao programa como uma “forma de emancipação” do Bolsa Família (Foto: Reprodução/Notícias ao Minuto)


Um novo programa social deve ser lançado na próxima semana pelo governo federal. Chamado de ´Progredir´, o programa tem o objetivo de elevar a renda de 1 milhão de famílias para que elas possam deixar o Bolsa Família em 2 anos.

O ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, revelou em entrevista ao G1, que a ação pretende oferecer cursos de qualificação profissional, ajudar na seleção de oportunidades de trabalho e disponibilizar R$ 3 bilhões em microcrédito para famílias de baixa renda, inscritas no Cadastro Único dos programas sociais do governo federal.

“É um programa vinculado ao público do Bolsa Família, a população mais pobre do Brasil, que visa criar oportunidade de emprego e renda para essa população. Não é um programa para tirar as pessoas do Bolsa Família”, disse o ministro.

Terra se refere ao programa como uma “forma de emancipação” do Bolsa Família. “Ninguém pode passar fome, mas o Bolsa não deve ser um projeto de vida”, afirmou o ministro.

O G1 esclarece que o Progredir será coordenado pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), o Progredir terá ações conjuntas com outras pastas, como Educação; Trabalho; Indústria, Comércio Exterior e Serviços; e Ciência e Tecnologia, e será dividido em três eixos:

Qualificação profissional: Criação de cerca de 1 milhão de vagas em cursos de formação inicial ou continuada e de qualificação profissional.

Intermediação de mão de obra: Cruzamento de currículos e de vagas de empregos de forma regionalizada. Cerca de 20 milhões de trabalhadores estão no público-alvo.

Microcrédito e educação financeira: Oferta de R$ 3 bilhões em microcrédito e de cursos de educação financeira para 100 mil famílias e 1,7 milhão de autônomos.

A previsão do governo é de que seja possível “emancipar” 1 milhão de famílias do Bolsa Família. O evento de lançamento do Progredir está pré-agendado para a próxima terça-feira (26), no Palácio do Planalto.

NoticiasaoMinuto
PLANTÃO DE POLÍCIA 21 DE SETEMBRO
Caucaia 3 homicídios localidades de Grilo, Parque São Gerardo, Vicente Arruda
Paracuru homicídio na localidade de 4 bocas
Morte por choque elétrico em Assaré
Homicídio em Tabuleiro do Norte Ceará localidade de Olho d'água da Bica
Homicídio à bala em Itarema
Rua da feira Antônio Bezerra homicídio à bala
Achado de cadáveres em Juatama Quixadá segundo informações mãe e filho
Achado de cadáver na Lagoa Seca Pacajús
Homicídio na rua 13 Jereissati 1 Maracanaú
Agente Penitenciário baleado em assalto

Homicídio na cidade de Farias Brito







Fonte: Clica Aqui
Ceará registra 2.957 casos de suicídios em cinco anos
O Estado figura como o primeiro no Norte e Nordeste em quantidade de registros, e o quinto no País (Foto:Reprodução)


Um dado devastador, porém silenciado pelos inúmeros estigmas que o cercam, foi divulgado de forma inédita, ontem (21), pelo Ministério da Saúde. Quase 3.000 mil cearenses tiraram a própria vida em um período de apenas cinco anos. O número faz parte do primeiro Boletim Epidemiológico de Tentativas e Óbitos por Suicídio no Brasil, que reúne estatísticas de 2011, ano em que o suicídio tornou-se agravo de notificação obrigatória, até 2015. No ranking nacional, o Ceará revela um triste quadro: é o primeiro Estado no Norte e Nordeste em quantidade de registros, e o quinto no País.

O lançamento do relatório acontece durante as mobilizações do Setembro Amarelo, movimento que, ao longo deste mês, promove ações de conscientização sobre o assunto. Associados, em geral, a transtornos de saúde mental, os óbitos têm aumentado em todas as unidades da federação. No Ceará, o número de casos passou de 579, em 2011, para 603, em 2015.

Analisando o perfil das vítimas, o boletim revela que os homens são maioria nos casos de suicídio no Brasil (79% do total). No entanto, a maior parte das pessoas que tentam tirar a própria vida são mulheres (69%). Elas também são as mais reincidentes nas tentativas (31,3%).

Conforme explica o psiquiatra Fábio Gomes de Matos, coordenador do Programa de Apoio à Vida (Pravida) do Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC), o suicídio tem múltiplas causas, podendo envolver fatores de ordem clínica, como o diagnóstico de doenças crônicas (câncer, HIV, lúpus); social, a exemplo do desemprego e questões de relacionamento; e/ou psicológica, como depressão, abuso no consumo de álcool e drogas, transtorno de personalidade e esquizofrenia.

Depressão

"Nós dizemos que o suicídio é a doença dos D´s: desesperança no futuro; desamparo, desespero, desemprego, divórcio, dependência química, depressão. Tudo isso está relacionado", afirma o psiquiatra.

Embora os homens sejam os que mais concretizam o ato, as mulheres lideram as tentativas pois estão submetidas a cargas psicológicas e sociais mais fortes, destaca o coordenador do Pravida. "Para as mulheres, há muita dificuldade de gerenciar todas as demandas que delas são esperadas, como ser boa mãe, boa filha, boa esposa, boa profissional, boa dona de casa", diz.

O boletim do Ministério da Saúde também revela que, dentre as faixas etárias, os idosos com mais 70 anos aparecem com a maior taxa de mortalidade. Segundo Fábio Gomes de Matos, casos do tipo são comumente associados a perda de companheiros. "Eles perdem a companhia e não conseguem encontrar outras pessoas. Quando encontram, os filhos são contra, falam que só os querem por dinheiro, por exemplo", afirma.

Apoio

Apesar de complexas, a maioria das causas de suicídios podem ser prevenidas ou tratadas, desde que os pacientes encontrem uma rede de atenção à saúde mental eficiente e com ações específicas para a questão.

Junto à divulgação do boletim, o Ministério da Saúde anunciou que deverá expandir os Centros de Apoio Psicossocial (Caps) nas regiões de maior risco. Hoje, no Ceará, existem 131 unidades em funcionamento, conforme informações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

A Pasta federal também formalizou parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), que fornece apoio emocional e atua na prevenção de suicídios. A partir do dia 30 deste mês, as ligações para a entidade serão gratuitas para nove estados brasileiro. O Ceará não se encontra na lista de gratuidade, mas disponibiliza o serviço às pessoas que precisam de ajuda.

O coordenador do Pravida ressalta, contudo, que as ações promovidas pelo poder público são pontuais e que o Brasil não possui políticas públicas definidas de prevenção. "Todo mundo sabe que tem campanhas contra dengue, zika e chikungunya. O suicídio mata 20 vezes mais que dengue, mas não existe campanha. Isso acontece porque não existe percepção do poder público do problema e não existe pressão social para isso", defende.

Procurada pela reportagem para falar sobre o trabalho realizado no Ceará para prevenir o suicídio, a Secretaria da Saúde do Estado informou, por meio da assessoria de comunicação, que não obteve contato com a fonte responsável pela área para conceder entrevista.

Mais informações

Para obter ajuda ou orientações sobre o suicídio, entre em contato com o Centro de Valorização da Vida (CVV) pelo telefone 141 ou pelo site www.cvv.org.br

Saiba mais

Sinais de alerta

1. Preocupação com a própria morte ou falta de esperança;

2. Expressão de ideias ou intenções suicidas;

3. Isolamento;

4. Agravamento de problemas de conduta ou manifestações verbais.

Fonte: Diário do Nordeste
Mega-Sena: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 35 milhões
Mega-Sena: prêmio acumulou (Foto: Reprodução)


Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 1.970 da Mega-Sena, realizado na noite desta quinta-feira (21) em Guararema (SP).

Veja as dezenas sorteadas: 05 - 10 - 18 - 24 - 39 - 52.

A quina teve 87 acertadores, e cada um levará R$ 25.762,24. Outras 6.153 apostas ganharam a quadra, com R$ 520,37 para cada um.

O próximo sorteio ocorre no sábado e pode pagar R$ 35 milhões.

Excepcionalmente, serão três concursos nesta semana, como parte da "Mega Semana da Primavera". O primeiro se deu na terça (19); o último será no sábado (23). Normalmente, os sorteios ocorrem às quartas e sábados.

Para apostar na Mega-Sena

As apostas podem ser feitas até as 19h (de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades

A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada. Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

Fonte: G1
Advogado Antônio Mariz de Oliveira afirma que deixará a defesa de Michel Temer
Defensor justifica a saída por já ter atuado na defesa do doleiro Lúcio Funaro, que fez acusações contra o presidente (Foto: Reprodução)


O advogado Antônio Mariz de Oliveira informou que deixará a defesa do presidente Michel Temer. A decisão veio após a Câmara dos Deputados receber, na quinta-feira (21), do Supremo Tribunal Federal, a nova denúncia contra o presidente apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR).

O advogado alega que deixará a defesa do presidente por questões éticas, porque já atuou na defesa do doleiro Lúcio Funaro, e que, por isso, recebeu informações dele relacionadas à nova denúncia contra Temer.

Funaro disse em delação ter "certeza" que o presidente Michel Temer recebia parte da propina paga no esquema que atuou na Caixa Econômica Federal e envolvia políticos do PMDB. Além disso, afirmou que o advogado José Yunes, amigo e ex-assessor do presidente, era um dos responsáveis por administrar as propinas supostamente pagas a Temer e por fazer o "branqueamento" dos valores.

Em resposta à acusação do recebimento de propina no esquema da Caixa, o Palácio do Planalto disse: "É uma mentira absoluta. O presidente contesta de forma categórica qualquer envolvimento de seu nome em negócios escusos."

Os depoimentos de Lúcio Funaro ao Ministério Público Federal (MPF) foram utilizados pela Procuradoria Geral da República na segunda denúncia apresentada contra Temer, por organização criminosa e obstrução de Justiça, e que foi enviada à Câmara dos Deputados na quinta.

Fonte: G1
Jovem condenado a 123 anos por matar uma garota em Juazeiro e balear mais oito pessoas

Naquela madrugada “Manoelzinho” matou Taís e lesionou mais oito pessoas (Foto: Reprodução/Redes sociais)


Por maioria de votos o Conselho de Sentença do Tribunal do Júri de Juazeiro condenou o réu Manoel Bento da Silva Filho, de 26 anos, o “Manoelzinho”, residente na Rua Osana Pereira (Romeirão) a uma pena de 122 anos e mais oito meses em regime inicialmente fechado. Ele é acusado de matar uma garota a tiros e lesionar mais oito pessoas em meio a dezenas de outras que participavam de um baile funk numa chácara na Rua Alexandrina Cordeiro da Silva no bairro José Geraldo da Cruz.

Ele confessou os crimes que ocorreram na madrugada do dia 28 de fevereiro de 2016 e a sentença prolatada pelo Juiz de Direito, Luiz Sávio de Azevedo Bringel faz referências à intensa culpabilidade do réu, a ousadia na conduta e os seus antecedentes criminais já respondendo por crimes de roubo, direção perigosa, porte de arma de fogo e tráfico de drogas. Naquele dia, tombou morta no local a jovem Tais Pereira da Silva, de 18 anos, que residia na Avenida Aracaju no bairro Romeirão.

Manoelzinho e outras duas pessoas teriam chegado ao local procurando “Tiago” e foram atirando atingindo duas vezes na cabeça a namorada dele que morreu no local gerando um tiroteio entre os grupos rivais. Por este homicídio, o réu foi condenado a 23 anos de prisão. Saíram lesionados Tiago Silva Santos com um tiro no ombro; Ana Raquel Gomes da Silva, de 18, com um tiro na coxa; e Jairlan Vieira da Silva, de 19, um tiro no cotovelo.

Além destes, Lucas França da Silva lesionado no braço e na coxa; Maciel da Silva Sousa alvejado no braço e Jerffeson Alves da Silva lesionado com dois tiros no abdomen. Por cada uma dessas lesões, Manoelzinho foi condenado a 11 anos e seis meses. Em relação a outras duas lesões as condenações foram por 15 anos e quatro meses nos casos André Agostinho da Silva lesionado no tórax o deixando paraplégico e José Weder Leão Silva com dois tiros no rosto quando perdeu o olho direito.




Por Demontier Tenório
Miséria.com.br
Postagens mais antigas ››